tratamentos

Neuromodulação

Trata-se de uma técnica que realiza a aplicação ou indução de correntes elétricas no sistema nervoso de uma maneira não-invasiva e completamente segura.

A neuromodulação auxilia no diagnóstico e tratamento de diversos quadros clínicos e, por esse motivo, vem se destacando no mundo inteiro. Entre as técnicas de neuromodulação cerebral, três delas merecem destaque:

Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC)

É uma técnica indolor que utiliza a corrente contínua de baixa intensidade (1-2mA) sobre o crânio, realizando uma modulação na atividade cerebral capaz de interferir no desempenho de diferentes funções.

Estimulação Magnética Transcraniana (EMT)

Trata-se de um método terapêutico para tratamento de distúrbios neurológicos e psiquiátricos que utiliza a indução eletromagnética para produção de correntes iônicas focais que interferem na atividade do córtex cerebral.

Eletroestimulação
Periférica (EP)

Aplicação de correntes elétricas em músculos ou nervos com a finalidade de desenvolver a plasticidade neural de maneira seletiva, inibindo ou facilitando sua atividade.

Tratamento PediaSuit

É um protocolo de tratamento intensivo que utiliza uma utiliza uma veste terapêutica (órtese dinâmica), desenvolvida por especialistas em medicina espacial que criaram um “suit” com ação de cargas, na tentativa de neutralizar os efeitos nocivos da ausência de gravidade sobre o corpo dos astronautas: perda de densidade óssea, alteração da integração das respostas sensoriais, atrofia muscular, alteração da integração das respostas motoras, alterações cardiovasculares e desequilíbrios dos fluídos corporais.

Uma vez que essas também são características de pessoas com lesão neurológica, cientistas da reabilitação aperfeiçoaram o protocolo, trazendo a aplicação para a área da neurologia. O tratamento com o PediaSuit é diário (entre três a quatro horas por dia) e tem duração de aproximadamente quatro semanas por módulo.

O paciente é vestido com uma órtese dinâmica com touca, colete, short, joelheira, tênis presos por elásticos ajustáveis. O tratamento é indicado para pacientes com paralisia cerebral, autismo, síndrome de Down, acidente vascular encefálico, traumatismo crânio encefálico, entre outros.

Entre os benefícios terapêuticos proporcionados, pode-se destacar:

• Aumento da densidade mineral óssea;

• Força muscular;

• Propriocepção;

• Equilíbrio;

• Coordenação motora;

• Consciência corporal;

• Modulação de tônus postural;

• Alinhamento biomecânico.

Treini

É um exoesqueleto flexível que o paciente deve vestir enquanto realiza o treinamento funcional diário. O Treini tem o objetivo de proporcionar mais independência e autonomia tanto para crianças como para adultos que sofreram algum tipo de lesão ou disfunção no sistema nervoso central.

É um tratamento de longo prazo que traz benefícios duradouros aos pacientes uma vez que, após três anos, o tecido conjuntivo corporal é completamente renovado. Apesar da longa duração, após doze semanas de tratamento já é possível perceber ganhos nas atividades motoras.

O Treini contribui para remodelação tecidual, melhora da estabilidade corporal e facilita o aprendizado motor e funcional.

TheraTogs

Uma veste terapêutica neuromotora, postural e sensorial que pode ser usada tanto nas sessões de fisioterapia como em casa, na escola e nas demais atividades rotineiras. O TheraTogs pode ser utilizado até 16 horas por dia pois respeita os princípios biomecânicos da ciência neuromuscular, adaptando-se as necessidades clínicas de cada

O uso contínuo do TheraTogs traz diversos benefícios terapêuticos aos pacientes como:

• Remodelamento ósseo e articular em bebês e crianças;

• Consciência corporal e estabilidade postural;

• Vivência sensório-motora para um correto aprendizado motor em atividades diárias domiciliares e escolares;

• Alinhamento articular funcional.

Realidade Virtual | Wii Terapia

Através de jogos virtuais, o paciente é encorajado a realizar movimentos ativos que melhoram a auto percepção corporal e ajudam a diminuir a ansiedade.

Além disso, a Realidade Virtual estimula a atividade cerebral, reduz a rigidez articular e trabalha a coordenação motora e o equilíbrio. Vale ressaltar que esse tratamento é complementar e não deve substituir outras práticas terapêuticas.

Psicomotricidade Relacional

A psicomotricidade é a capacidade do indivíduo se expressar através do movimento corporal, em um contexto psicossocial. Sua base está nos em três conceitos: o movimento, o intelecto e o afeto.

A Psicomotricidade Relacional parte de uma concepção unificada da pessoa, que inclui as interações cognitivas, sensório-motoras e psíquicas.

Nessa terapia, o paciente é estimulado a realizar expressão corporal para conviver melhor com as outras pessoas.

Bobath

Colaborar para que o paciente com distúrbios neurológicos possa modificar e corrigir sua postura corporal e seus movimentos anormais para que ele consiga se adaptar ao ambiente e realizar, como mais qualidade, suas atividades funcionais do dia a dia.

Nas sessões de Bobath são utilizados equipamentos como: bolas Bobath, rolos, andadores, prancha de equilíbrio próprio, talas extensoras de membros superiores e inferiores, órteses suropodálicas, stand in tables, espelho etc.

Bandagem Neurofuncional

Utilizada no mundo terapêutico, o Kinesiotape utiliza faixas adesivas elásticas que conferem mais apoio aos músculos e articulações sem restringir o movimento natural dos mesmos.

O tratamento estimula os receptores e promove ao paciente com desordem neuromotora:

• Melhora da percepção em relação à sua movimentação;

• Auxílio na contração muscular;

• Ajuda na correção de desvios articulares, na sensação de dor ou desconforto ao movimento;

• Aumento no desempenho funcional.

Terapia Ocupacional

Basicamente, a Terapia Ocupacional consiste em exercícios específicos que são analisados, adaptados e direcionados para a capacidade motora de cada paciente, fixando objetivos a serem alcançados fazendo com que movimentos simples tornem-se atividade terapêutica.

A Terapia Ocupacional tenta reorganizar a vida cotidiana do paciente concentrando-se nas Atividades de Vida Diária (AVD) e nas Atividades Instrumentais de Vida Diária (AIVD) para que seja possível alcançar mais independência e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida.

Reabilitação de membro superior/Terapia da mão

Essa terapia é específica para os membros superiores e consiste na realização de exercícios ativos e passivos para melhorar a amplitude dos movimentos, fortalecimento e reeducação muscular, coordenação motora fina e aumento da sensibilidade.

A terapia pode ser corretiva ou preventiva, assegurando que os pacientes não desenvolvam doenças que possam comprometer os membros superiores.

Integração Sensorial

Processo que faz com que o cérebro interprete e organize as informações externas do ambiente que são recebidas pelos cinco sentidos e possa dar uma resposta adequada. A disfunção sensorial se dá quando esses estímulos são interpretados de maneira equivocada pelo corpo, gerando problemas de ordem motora.

Na Integração Sensorial os sentidos são estimulados de maneira sistemática para que o sistema nervoso consiga processar com mais facilidade os estímulos sensoriais provenientes do ambiente e dar respostas mais adequadas.

Terapia por Contensão Induzida (TCI)

Nessa terapia, que pode ser entendida como um treino mental e funcional, são realizados três tipos de atividades: treino repetitivo de tarefa orientada, restrição da extremidade do membro superior menos acometido e de métodos comportamentais de reforço.

Com essa contensão proposital, busca-se aumentar a frequência do uso e da qualidade do movimento do membro acometido nas atividades da vida diária. Essas atividades têm o objetivo de modificar de hábitos, criando mudanças neuroplásticas nas áreas motoras do sistema nervoso.

Musicoterapia

Como o próprio nome diz, é uma terapia que se dá através da música e dos elementos que a constituem como ritmo, melodia e harmonia. O objetivo e promover comunicação, relacionamento, aprendizado, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes que atendam às necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

A musicoterapia é indicada para pessoas com dificuldades motoras, autistas, pacientes com deficiência mental, paralisia cerebral, dificuldades emocionais, pacientes psiquiátricos, gestantes e idosos.

CME

O método Cuevas Medek Exercises (CME) é indicado para crianças e reforça o potencial de recuperação natural. Mesmo após as sequelas terem acometido o paciente, o processo de desenvolvimento da criança continua.

Por isso, é necessário oferecer ao corpo as condições propícias para esse desenvolvimento. O método CME pode ser aplicado em crianças a partir de três meses de idade até que elas comecem a andar sozinhas.

Fonoaudiologia

Essa terapia cuida das funções neurovegetativas como mastigação, deglutição e aspectos funcionais da respiração, e também da comunicação humana, considerada a função neurológica mais complexa do sistema nervoso.

Durante o tratamento de fonoaudiologia são realizadas orientações, avaliações, diagnósticos e tratamentos na área da comunicação oral e escrita, voz, audição e equilíbrio e sistema nervoso.

Psicoterapia

A principal finalidade da psicoterapia é cuidar de problemas psicológicos como depressão, ansiedade e outras alterações da saúde mental. É um processo que se dá através da fala do paciente ao terapeuta – que pode ser psicólogo ou psiquiatra. A psicoterapia é a principal linha de tratamento para qualquer assunto referente ao psiquismo.

Para isso, propõem intervenções psicológicas, cujos objetivos centrais são:

• Restabelecer o funcionamento psíquico do paciente;

• Permitir que o paciente compreenda as causas do que lhe acomete, para que possa encontrar recursos psíquicos para lidar com suas dificuldades, problemas etc.

• Desenvolver meios de agir no mundo, redefinindo seus traços de personalidade;

• Solucionar problemas pontuais que o afligem.

Psicopedagogia

É a busca na psicologia, psicanálise, psicolinguística, neurologia, psicomotricidade, fonoaudiologia, psiquiatria, entre outros, o conhecimento necessário para aprender como se dá o processo de aprendizagem nos indivíduos.

Dança Adaptada

A Dança Adaptada é uma modalidade expressiva direcionada para pessoas portadoras de necessidades especiais, familiares acompanhantes e interessados em geral.

Com metodologias de expressão corporal, improvisação e relaxamento adaptado à heterogeneidade dos participantes, essa modalidade tem o objetivo de criar um ambiente descontraído de aceitação, respeitando as diferenças e contribuindo para a inclusão e melhora da condição física e mobilidade.

Além de todos estes benefícios, a dança ainda funciona como eficiente ferramenta de comunicação pois desenvolve a linguagem corporal do praticante.